domingo, abril 29, 2018

cancro deste ano

existe um novo tipo de cancro no mundo. poderia enumerar todos os tipos que conheço, mas acho que infelizmente todos nós já conhecemos a doença de trás para a frente.

este tipo de cancro foi apenas recentemente descoberto e apenas saiu na “american journal of medicine” no início de 2018. 

este cancro envolve o crescimento anormal de células, que tem um forte potencial de invadir ou espalhar-se por uma parte específica do cérebro: área de broca, que é responsável pela expressão da linguagem. até ao momento ainda só foi detectada em portugueses que escrevem textos em inglês, em redes sociais como o facebook, instagram ou outras...

é facilmente detectado. basta estar atento a quem escreve:

about last night” 
about yesterday
about my birthday party
about last week

tudo ilustrado com belas fotografias dos ditos eventos. 
a boa nova é que existe uma cura para este cancro...basta deixar de usar “about” qualquer coisa.

seus montes de merda!

sexta-feira, abril 20, 2018

la casa de papel

comecei a ver esta série quando a maior parte das pessoas já a tinha acabado.
gostei bastante das duas temporadas e fico feliz que tenham renovado para uma terceira. embora um capítulo se tenha encerrado no final da segunda temporada, nada diz que tenha ficado resolvido e enterrado. temos o caso de narcos, onde a terceira temporada se adivinhava "para encher chouriço" e foi de uma qualidade igual às duas primeiras.

queria apenas frisar a qualidade do argumento, dos actores, da fotografia e da banda sonora (um fado lá pelo meio). para mim todos estes actores eram perfeitos desconhecidos e após dark (série alemã) vi assim outra grande série europeia, desta feita, espanhola.

pergunto-me a quantos anos-luz de distância estamos nós, portugal, para conseguir produzir algo assim? se estivéssemos na década de 80 ou 90, provavelmente não valeria o esforço financeiro fazer algo desta dimensão para alimentar  "apenas" 10 milhões de cidadãos. a diferença é que estamos em pleno séc. XXI, onde os conteúdos podem ser vendidos digitalmente e onde existe uma empresa chamada netflix (entre muitas outras) que consegue difundir para o globo inteiro, séries de televisão e filmes. apenas terão de ter qualidade.

se o mercado enorme de língua espanhola foi o principal motivo do financiamento e aposta na série, porque podia ser vendida para uma série de países, fiquem a saber que existem 500 milhões de pessoas no mundo a falar espanhol. e português quantas falam? metade disso.

que portugal faça uma série com metade da qualidade d' "a casa de papel". ficaria satisfeito e orgulhoso.

quinta-feira, abril 19, 2018

XIII

muitas culturas associam o número 13 a azar ou superstição.

existe a famosa sexta-feira treze, muito explorada por vírus informáticos e por marketing empresarial.  várias pessoas recusam-se sentar numa mesa onde estejam na sua totalidade, treze pessoas e há muitos anos andei numa companhia aérea que passava da fila 12 para a 14.

azares ou superstições de lado, faz hoje treze anos que numa manhã solarenga, recebi uma chamada que mudou a minha vida. o meu pai tinha morrido. nesse dia e nos seguintes pensei que estaria perdido e sozinho para sempre. ele era o meu farol na vida e apontava-me sempre na direcção certa. por pensar que ele iria estar comigo para sempre, ouvia os seus conselhos, sem os colocar em prática.

quando desapareceu, foi um choque para mim. ainda precisava muito dele. das conversas, da companhia, dos almoços, das broncas que me dava...só precisava que ele tivesse aguentado mais 7 anos para conhecer o Tiago e depois mais 3 para conhecer o Miguel...e depois mais 20, para os ver crescer. não precisava de mais nada.

sexta-feira, março 30, 2018

espanto

hoje fomos dar uma volta ao cabo espichel.
é uma zona que me diz muito porque passei a maior parte dos verões da minha infância na zona do meco e sesimbra. recentemente vimos umas cassetes minhas bem antigas (quase 30 anos), filmadas pelo meu pai naquele mesmo local que fomos hoje.

quem conhece a zona, sabe que por lá existe uma pequena igreja, construída em honra da nossa senhora do cabo.
do nada, no meio de todas aquelas pessoas que se encontravam por ali a passear, o tiago diz em alto e bom som:

"eu sei que vocês os dois não acreditam em deus, mas eu acredito!! e quero ir ver a igreja!"

portanto, estou neste momento a procurar quem o queira adoptar.
poderão enviar-me um email directamente para o cultodaostra@gmail.com com uma frase que contenha as palavras: "falharam", "como", "pais", "seus", "pedaços", "de" e "merda".

a frase vencedora leva não só o nosso filho mais velho, mas todos os seus brinquedos e roupas.

terça-feira, fevereiro 27, 2018

a puta do bairro

nas últimas 48h o whatsapp de 98% da população portuguesa foi invadido por uma fotografia tirada a um poste onde constava um papel afixado com uma fotografia de uma mulher nos seus trintas, acompanhado dos seus dados pessoais e de um texto que ilustrava o cabeçalho "a puta do bairro".

o texto referia que a senhora da foto tinha uma relação de meses com o marido da autora do cartaz. a autora é casada com o indivíduo e tem filhos dele. aparentemente engravidou e deus decidiu castigá-la, enviando um raio abortivo das nuvens para o útero da menina.

não querendo julgar o casamento da autora do cartaz ou a relação extra-conjugal que o marido dela teve durante meses com outra mulher, quero apenas fazer uns reparos...

- o principal culpado de toda esta situação foi o senhor que embora casado, tenha ido enfiar na amiga da mulher. não vejo a foto dele em cartaz nenhum...

- infidelidades acontecem a torto e a direito, mas este tipo de exposição é rara em portugal. a autora do cartaz sofrerá legalmente, se a "puta do bairro" assim entender;

- e se o cartaz for mentira? dados pessoais e fotografia expostos em praça pública e enviados em massa nas redes sociais, com um texto totalmente falso?

continuo a receber várias informações e fotografias da "puta do bairro", da amiga encornada e do marido desta. até se sabe onde trabalham. as coisas funcionam assim...rápidas, quase à velocidade da luz.

se alguém tiver a sex tape, faça favor de enviar...



quarta-feira, janeiro 03, 2018

primeira resolução

nunca fui muito de resoluções de ano novo.
"vou fazer isto", "vou fazer aquilo", "vou tornar-me uma pessoa melhor/diferente", "vou ser mais amigo dos meus amigos", "vou conviver mais com a família", "vou aprender a respeitar os idosos", etc.

tudo isto para mim são balelas de final de ano e pensamentos repentinos que passam pela mente de uma pessoa que se precisa de resolver. eu não preciso de me resolver.

mas...
pela primeira vez na vida, penso que tenho uma resolução de ano novo.

em 2018 irei apagar a minha conta de facebook e twitter.

sábado, dezembro 30, 2017

2018

em 2018 desejo tudo de igual ao que me aconteceu em 2017.
e em 2016.
e em 2015.
e em 2014.
e em 2013.
e em 2012.
e por aí fora...

que todos vós tenham um grande ano!


terça-feira, novembro 28, 2017

colégio manuel bernardes

a escola do nosso filho mais velho tem apenas creche e jardim de infância e para o próximo ano lectivo, vai entrar com a companhia do irmão numa escola que está a ser pesquisada por nós neste momento. ainda não se tomou qualquer decisão. apenas queremos que nos garanta um bom ensino e segurança.

fui visitar o meu antigo colégio, no paço do lumiar.
não avisei que ia, porque iria apenas recolher informação.

assim que entrei e referi que era ex-aluno, a senhora da porta ligou imediatamente para o chefe de disciplina, que trabalha no colégio há mais de 30 anos. passado uns minutos vejo-o a descer as escadas e a olhar para mim. consegui ler no olhar dele uma pesquisa exaustiva  e bastante rápida da minha cara. semi cerrou os olhos e um segundo depois gritou: "RUI MARQUES! eras fresco..."

contei-lhe os meus planos e fez-me uma visita guiada pelo colégio, bastante diferente da minha altura, mas que mantém toda a traça que tão bem me lembrava. por cada aluno que passávamos, este era chamado pelo primeiro e último nome e o que estava ou não a fazer. mini inquérito nazi. (não foi show off...já na minha altura era igual).

o que eu odiava enquanto aluno nas décadas de 80 e 90, é o que hoje desejo enquanto pai.

quinta-feira, novembro 23, 2017

black fraude

a black friday foi algo que fomos buscar aos estados unidos. como qualquer adaptação, é preciso fazê-la bem feita. falhámos. largo!

o que começou por ser uma black friday, passou para um black weekend e hoje em dia assistimos a black weeks...

a deco tem na sua página, uma ferramenta que nos permite descodificar se aquele negócio vai ser realmente vantajoso para nós, ou se não passa de mais um golpe fraudulento. estive a fazer meia dúzia de simulações, entre artigos que me interessam de facto, ou artigos que estão anunciados em destaque como "mega promoção" e os resultado obtidos foram:





o resultado mais comum.






logo a seguir vem este








e por fim, este...que é o mesmo que dizer: "se não tens tempo de procurar no kuantokusta, podes comprar. não te metem a mão toda no cu, só dois dedos"






tudo isto se resume facilmente...




sexta-feira, novembro 03, 2017

homens

há dias fomos jantar a casa da avó da raquel, que tinha a visita de uma irmã que toda a vida viveu numa aldeia perto de viseu. já com mais de nove décadas de existência e sempre a trabalhar no campo, mostra uma destreza de mente muito acima da média.
ora vejamos...

o jantar tinha acabado e eu levantei-me de imediato para levar os pratos para a cozinha, não permitindo que quem tenha assistido ao vivo à batalha de aljubarrota, fizesse o mínimo esforço, tendo pedido para ficarem na mesa até estar tudo limpo.

a seguinte frase foi proferida:
"vejam lá se isto faz sentido...as mulheres sentadas na mesa e o homem a trabalhar. isto está tudo trocado...", sorrindo tristemente.

nasci no século errado...
eu nasci...no século...errado...

Sport Lisboa e Benfica